PREFEITURA MUNICIPAL DE DIOGO DE VASCONCELOS

Pedal das Expedições a Rota Eschwege, uma Travessia pelo Sertão do Guarapiranga

18 de Janeiro de 2021

O Pedal das Expedições é uma idealização e realização de um grupo de amigos de Guaraciaba cujo propósito é envolver num projeto multidisciplinar História, Arte, Educação, Filosofia e Geografia. Articulando esporte, cultura e cicloturismo o evento ocorre sempre no 3º sábado de setembro e busca resgatar a memória histórica das cidades de Mariana, Ouro Preto, Piranga, Porto Firme, Diogo de Vasconcelos, Guaraciaba, Viçosa, São Geraldo e Visconde do Rio Branco.

Essas cidades foram palco de grandes acontecimentos que marcaram a história de Minas Gerais nos séculos XVIII e XIX. Entre esses acontecimentos se destaca a expedição comandada pelo barão alemão Wilhelm Ludwig von Eschwege. A partir de suas expedições científicas que marcaram a cooperação técnica e científica entre Brasil e Alemanha, Eschwege deixou relatos importantes de sua estada de 11 anos no Brasil. Tornada uma rota de cicloturismo a Rota Eschwege está baseada em sua descrição da viagem feita entre dezembro de 1814 e janeiro de 1815. A viagem relatada vai de Vila Rica (Ouro Preto) ao Presídio São João Batista atual Visconde do Rio Branco, naquela época conhecida como o Distrito dos Índios Coroados.

A Rota Eschwege tem aproximadamente 180 km (cento e oitenta quilômetros) percorrendo partes das rotas viajadas pelos expedicionários e pesquisadores europeus e passando por locais de riquezas culturais inestimáveis.

No percurso a aventura ciclística atravessa o rio Gualaxo do Sul, os ribeirões Mainart, Bordões, Dom José, Pinheirinho, Pinheiros, Santo Antônio, Bacalhau e chega às margens do rio Piranga, em outro trecho acompanha durante um bom tempo o rio Turvo. Percorre também vários biomas e passa por inúmeras e diversas formações geológicas e referências geográficas tais como a Serra de São Geraldo.

Saindo de Ouro Preto e descendo a serra sentido Mariana passa nas cercanias da Mina da Passagem e de lá segue para a Cartuxa, um templo de oração. A subida desse morro exige bastante do ciclista. Literalmente um dos pontos altos da pedalada o alto da Cartuxa proporciona uma bela paisagem da região e uma ótima noção de nossa posição geográfica.

Após a subida do morro da Cartuxa, chega em Mainart. Em Mainart a rota se divide. Tomando o braço direito do Rio Gualaxo passa por Pinheiros Altos. Tomando a margem esquerda chega ao distrito de Barro Branco, onde está a cen

tenária capela de Nossa Senhora da Glória, e também a UHE da Fumaça, de lá a Rota segue até Miguel Rodrigues e então para Diogo de Vasconcelos. A Rota, após Diogo de Vasconcelos, segue até Guaraciaba passando pelas comunidades de Venda Nova e Penha, e também pelas centenárias fazendas do Sutil e São João, além da fazenda Independência onde é produzida a Cachaça Guaraciaba.

De Guaraciaba a Rota segue para Viçosa passando pela tricentenária fazenda da Limeira, a fazenda do Café e em seguida até Piúna. Em Viçosa o rumo certo é atravessar parte da UFV, seguir a estrada até o entroncamento para Monte Celeste e optar pelo vilarejo, ou o trecho que passa pelo Mirante, na Serra de São Geraldo.  Já em São Geraldo a Rota segue a estrada até Visconde do Rio Branco, o ponto final da Expedição.

A Travessia do Sertão do Guarapiranga, que foi o termo usado pelos expedicionários quando percorriam o trecho, promove a educação do olhar e chama a atenção para os aspectos históricos, artísticos e naturais da região. Trabalhando a educação de modo multidisciplinar a travessia incentiva o esporte, em especial o ciclismo de montanha; estimula a amizade e a interação entre ciclistas de lugares diversos; aquece a economia das cidades e dos distritos pelos quais perpassa.

A Rota Eschwege possui todas as características de uma rota de cicloturismo, portanto, voltado para a difusão dos destinos turísticos de Minas Gerais. Além de respeitar as legislações atuais, possui um grande potencial para

desenvolver uma troca internacional, uma vez que envolve a história entre Brasil, Alemanha, França, Rússia e Áustria e protagonizada por expedicionários europeus tais como os barões Eschwege, e Langsdorff, os naturalistas Spix e Martius, o artista Rugendas, todos com inúmeros feitos em nossa região.

Venha fazer parte dessa Expedição!

Last modified: 23 de Fevereiro de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prefeitura de Diogo Vasconcelos