PREFEITURA MUNICIPAL DE DIOGO DE VASCONCELOS

Plano Municipal de Turismo

2 de agosto de 2021



SUMARIO
IDENTIFICAÇÃO…………………………………………………………………………………… 03

DADOS INSTITUCIONAIS…………………………………………………………………….. 04
DIOGO DE VASCONCELOS…………………………………………………………………. 05
APRESENTAÇÃO…………………………………………………………………………………. 08
ESTRADA REAL…………………………………………………………………………………… 09
IGR MONTANHAS E FÉ……………………………………………………………………….. 10
ROTA GASTRONOMICA MONTANHAS E FÉ……………………………………….. 12
PADRE ARLINDO – HISTÓRIA / DEVOÇÃO / FÉ………………………………….. 13
HISTÓRICO………………………………………………………………………………………….. 16
DIAGNÓSTICO…………………………………………………………………………………….. 17
METAS E PROGRAMA…………………………………………………………………………. 18
MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO………………………………………………………. 29
CONSIDERAÇÕES FINAIS…………………………………………………………………… 30
CRONOGRAMA DE AÇÃO…………………………………………………………………… 31
CRONOGRAMA DE AÇÃO DETALHADO……………………………………………… 34
  1. IDENTIFICAÇÃO

Título do Plano: Plano Municipal de Desenvolvimento do Turismo Sustentável de Diogo de Vasconcelos

Período de Vigência: 2021 a 2024

Região Turística: Instância de Governança Regional Montanhas e Fé

Premissa

Fomentar o Turismo através da economia como importante setor para   o

desenvolvimento sustentável do município de Diogo de Vasconcelos e região.

FICHA TÉCNICA

PLANO REFORMULADO E REVISADO EM JANEIRO E FEVEREIRO DE 2021. APROVADO EM 18 DE FEVEREIRO DE 2021 NA ATA Nº 13

VÁLIDO ATÉ 31 DE DEZEMBRO DE 2024

EQUIPE TÉCNICA – REFORMULAÇÃO E REVISÃO

Sandra Aparecida Martins

Secretária Municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo

Horácio de Carvalho Santos

Turismólogo – HC Consultoria

Gestão 2021-2024 Prefeito Municipal:

Domingos Antunes de Freitas

Vice-Prefeito:

João Cláudio de Souza

Secretária Municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo

Sandra Aparecida Martins

2.DADOS INSTITUCIONAIS

Instância Municipal de Turismo:

Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo

Instância de Governança Municipal de Turismo

Conselho Municipal de Turismo – COMTUR

Instância de Governança Regional do Turismo:

Instância de Governanç Regional Montanhas e Fé

Identidade Turística do Município:

Turismo Rural Turismo Religioso Turismo Cultural Ecoturismo

Localização:

O município de Diogo

de Vasconcelos, pertence a região da Zona da Mata do

Estado de Minas Gerais, distante a 170 km de Belo Horizonte e 50 km de Ponte Nova e 55 km de Mariana.

População Territorial

3.848 (Wikipédia – 2018)

Economia:

A principal atividade econômica de Diogo de Vasconcelos é o agronegócio, tendo

a pecuária como seu mais forte pilar. A criação do gado é orânica, ou seja, o

gado é criado livre em asto, sem uso de hormônios para acelerar o crescimento

ou produção de leite, somente uso de sais minerais e vacinas obrigatórias para o

controle de qualidade (exigidas pelo IMA – Instituto Mineiro de Agropecuária),

dando a nomenclatura de Boi Verde. Também há a criação de suínos, no mesmo padrão de organicidade, porém em menor escala que a de bovinos.

3-    DIOGO DE VASCONCELOS

A região onde atualmente é o município de Diogo de Vasconcelos foi descoberta por Bandeirantes vindos de Taubaté por volta de 1696, quando Salvador Furtado

de Mendonça, Miguel

Garcia da Cunha, o Capelão Padre

Francisco Lopes

Gonçalves e outros bandeirantes descobriram Ribeirão do Car Mariana.

o, hoje cidade de .A origem do município se deve as entradas e bandeiras ocorridas em direção à

zona da Mata. O povoado nasceu a partir da necessidade de    encontrar novas terras para o plantio de

O povoado foi fundado de um fazendeiro que limentos para os bandeirantes.

elo padre Domingos Pinto Coelho da Rocha, que era filho possuía um engenho no local. Muito devoto a São

Domingos de Gusmão, Padre Domingos buscou em Mariana uma imagem do

santo e a colocou e  uma pequena capela. Desse modo, o lugarejo foi

denominado Arraial de São Domingos de Mariana. A capela

que foi construída pelo Padre Domingos recebeu, em fevereiro de 1754, uma pia batismal com a imagem do santo.

 

Anos depois, o Arraial passou a se chamar apenas São Domin os e em 1881, foi

 

elevado à condição de freguesia (o que representava um status maior), tornando-

 

se assim a freguesia do São Domingos. No ano seguinte, o povoado já contava com uma paróquia e com a capela ao santo São Domingos de Gusmão, a qual

iniciou a construção da rimeira Igreja do município. Em 1923, a freguesia foi novamente elevada e tornou-se vila, sendo chamada

“Vila de Vasconcelos”. homenagem ao historia

atual nome, Diogo de Vasconcelos, foi dado em 1928 em or Diogo Luiz Pereira de Vasconcelos. No entanto, Diogo
de Vasconcelos ainda fazia parte dos distritos pertencentes a Mariana

A emancipação do distrito ocorreu apenas em 30 de Dezembro de 1962, onde
passou a ser considerado um município.
Situada a aproximadamente 165 km de Belo Horizonte, Diogo de Vasconcelos é
uma das cidades que compõem a Estrada Real, a qual é a maior rota turística do
país, que surgiu em meados do século 17, quando a Coroa Portuguesa decidiu
oficializar os caminhos para portos do Rio de Janeiro. As trilhas que foram oficializadas pela realeza ganharam
o nome de Estrada Real.
Além da riqueza histórica, o município possui também diversos pontos turísticos e
uma ampla manifestação cultural. Alguns dos principais pontos turísticos do
município são a Igreja Matriz de São Domingos de Gusmão, a
dos Caldeirões, a Praia Branca, a Cachoeira das Laranjeiras e a Barragem
Hidrelétrica de Miguel Rodrigues.
A atual Igreja Matriz de São Domingos de Gusmão começou a ser construída em
1918, devido à iniciativa do padre Thiago Nathanael, no mesmo terreno da antiga
igreja matriz, a qual se originou da pequena capela construída pelo padre
Domingos Coelho da Rocha. A i
renascentista, com alguns elementos barrocos, típicos do começo do século XX,
quando o renascimento estava passando por uma onda de revisita e por isso se
assemelha muito a igrejas que têm em Roma, além d
religiosa de Padre Arlindo Vieira.
As ruínas da Fazenda dos Caldeirões
como refúgio ao inconfidente Cláudio Manoel da Costa, tornando
lugar relevante ao processo de form
cipal de Turismo de Diogo de Vasconcelos/MG 2021 / 2024
A emancipação do distrito ocorreu apenas em 30 de Dezembro de 1962, onde
passou a ser considerado um município.
Situada a aproximadamente 165 km de Belo Horizonte, Diogo de Vasconcelos é
uma das cidades que compõem a Estrada Real, a qual é a maior rota turística do
país, que surgiu em meados do século 17, quando a Coroa Portuguesa decidiu
oficializar os caminhos para o trânsito de ouro e diamantes de Minas Gerais até os
portos do Rio de Janeiro. As trilhas que foram oficializadas pela realeza ganharam
o nome de Estrada Real.
Além da riqueza histórica, o município possui também diversos pontos turísticos e
manifestação cultural. Alguns dos principais pontos turísticos do
município são a Igreja Matriz de São Domingos de Gusmão, as ruínas da
dos Caldeirões, a Praia Branca, a Cachoeira das Laranjeiras e a Barragem
Hidrelétrica de Miguel Rodrigues.
tual Igreja Matriz de São Domingos de Gusmão começou a ser construída em
1918, devido à iniciativa do padre Thiago Nathanael, no mesmo terreno da antiga
igreja matriz, a qual se originou da pequena capela construída pelo padre
Domingos Coelho da Rocha. A igreja é admirada pela arquitetura, que segue estilo
renascentista, com alguns elementos barrocos, típicos do começo do século XX,
quando o renascimento estava passando por uma onda de revisita e por isso se
assemelha muito a igrejas que têm em Roma, além da ligação com a trajetória
religiosa de Padre Arlindo Vieira.
Fazenda dos Caldeirões, segundo a tradição, pelo fato de ter servido
como refúgio ao inconfidente Cláudio Manoel da Costa, tornando
lugar relevante ao processo de formação da história mineira.

A emancipação do distrito ocorreu apenas em 30 de Dezembro de 1962, onde
Situada a aproximadamente 165 km de Belo Horizonte, Diogo de Vasconcelos é
uma das cidades que compõem a Estrada Real, a qual é a maior rota turística do
país, que surgiu em meados do século 17, quando a Coroa Portuguesa decidiu
ra o trânsito de ouro e diamantes de Minas Gerais até os
portos do Rio de Janeiro. As trilhas que foram oficializadas pela realeza ganharam
Além da riqueza histórica, o município possui também diversos pontos turísticos e
manifestação cultural. Alguns dos principais pontos turísticos dos ruínas da Fazenda
dos Caldeirões, a Praia Branca, a Cachoeira das Laranjeiras e a Barragem
tual Igreja Matriz de São Domingos de Gusmão começou a ser construída em
1918, devido à iniciativa do padre Thiago Nathanael, no mesmo terreno da antiga
igreja matriz, a qual se originou da pequena capela construída pelo padre
greja é admirada pela arquitetura, que segue estilo renascentista, com alguns elementos barrocos,

típicos do começo do século XX,
quando o renascimento estava passando por uma onda de revisita e por isso se
a ligação com a trajetória
, segundo a tradição, pelo fato de ter servido
como refúgio ao inconfidente Cláudio Manoel da Costa, tornando-se assim, um

lugar relevante ao processo de formação da história mineira

a largura do rio e pela margem, a cachoeira d

extensa faixa de areia branca que se s Laranjeira, a qual se situa em um pr

encontra em sua priedade privada,

 

próximo à Fazenda das Laranjeiras a cerca de 7km do centro do município.

Também a Barragem Hidrelétrica, situada na comunidade de onde moradores e turistas vão para pescar, montar acam

Miguel Rodrigues, amento às suas

margens e até mesmo praticar esportes aquáticos, apesar das restrições impostas

pelos órgãos de seguraça.

Quanto às atrações culturais, não podemos deixar de falar da festa de São

Domingos de Gusmão e de Padre Arlindo Vieira, que atrai milhares de fiéis todos

os anos. A festa, de caráter religioso, ocorre sempre ao primeir    domingo do mês

de agosto e conta com missas durante todo o dia e procissão em homenagem ao

santo padroeiro e ao padre. A festa traz também a chegada de inúmeras

barraquinhas que se espalham pela cidade e comercializam de quase tudo. Além

do caráter religioso e comercial, a festa de agosto, como é popularmente

conhecida, é registrada como bem imaterial do município.

 

Por ser um município      ajoritariamente rural, na cidade há a forte cultura de se

fazer cavalgadas em festas religiosas e produzir objetos arte anais e produtos

 

naturais para comérci . Recentemente, a prefeitura municipal de Diogo de

Vasconcelos montou a Feira da Agricultura Familiar, em uma de suas principais ruas, para ajudar na divulgação e comercialização de tais produtos. Apesar de interrompida atualmente pela pandemia do novo coronavírus, a feira tem sido um

 

lugar de encontros, de lazer e de conhecimento, ajudando assim a compor a vasta

 

manifestação cultural presente no local.

 

Fonte: http://www.diogodevasconcelos.mg.gov.br/index.php/gesto/historia

4- APRESENTAÇÃO

O Turismo é uma atividade que combina diversos setores da economia, cultura e política; está inserido em um sistema dependente de variáveis, as quais precisam

trabalhar em conjunto, para propiciar condições e produzir resultados positivos.

Quando cuidadosamente pensado e planejado, permite favorecer e beneficiar os públicos envolvidos, viabiliza a geração de renda, favorece a criação de empregos, aquece a atividade empresarial e permite a inserção social que gera o crescimento da qualidade de vida local.

Esta atividade vem conquistando espaço, e em nossa região muitos municípios

vêem nesta atividade uma alternativa para o desenvolvimento. O conjunto de ações públicas e privadas, combinado com as ações da Instancia de Governança

Regional Montanhas e Fé, com o apoio da Secretaria de Estado de Cultura e

Turismo desperta o interesse de visitantes, estimulados, principalmente, para o turismo de vivência. Em Diogo de Vasconcelos a receptividade local enriquece os atrativos turísticos, dando condições para uma boa recepção de turistas no Município.

Com isso a necessidade em organizar e planejar a atividade, a partir deste cenário foi construído o Plano Municipal de Turismo que é um documento norteador do desenvolvimento turístico do município, alem de um instrumento que apresenta diretrizes para o desenvolvimento e fortalecimento da atividade turística, abordando temas discutidos pelo Conselho Municipal de Turismo – COMTUR.

Com base na atuação do órgão oficial, entidades e empresas do setor turístico, o Plano Municipal de Turismo de Diogo de Vasconcelos, busca fomentar o desenvolvimento turístico como viés econômico.

5- ESTRADA REAL

A Estrada Real é a mai r rota turística do país. São mais de 1.630 quilômetros de

extensão, passando por Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Hoje, ela

resgata as tradições do percurso valorizando a identidade e as belezas da região.

A sua história surge em meados do século 18, quando a Coroa Portuguesa

decidiu oficializar os c minhos para  o trânsito de  ouro  e  diamantes de  Minas

Gerais até os portos do Rio de  Janeiro. As  trilhas que foram delegadas pela

realeza ganharam o no e de Estrada Real.

A tranquila cidade de Diogo de Vasconcelos faz parte da Estrada real onde atrai muitos visitantes em busca de repouso e paz. Dona de uma natureza exuberante, a cidade possui entre seus principais pontos turísticos a Igreja de São Domingos de Gusmão a Cachoeira das Laranjeiras, a Prainha e a Represa de Miguel Rodrigues.

6-    INSTÂNCIA DE GOVERNANÇA REGIONAL MONTANHAS E FÉ

As Instâncias de Governanças Regionais, são entidades sem fins lucrativos, que caracterizam a política pública de Regionalização do Turismo de Minas Gerais, em desenvolvimento pelo Governo do Estado de Minas Gerais desde o ano de 2001,

as instâncias regionais, obtiveram seu reconhecimento com a publicação do

Decreto de Lei n° 43.321/2003. Esta política é um modelo de gestão das regiões turísticas que segue as diretrizes do Programa de Regionalização do Turismo do

estado      de     Minas      Gerais,      estabelecido       pelo      Ministério      do     Turismo.

 

A Instancia  de Governança Regional  Montanhas e  Fé, abrig     um conjunto de

 

dezessete municípios      a região da Zona da Mata do Estado com afinidades

culturais, sociais e econômicas que se uniram para organizar e desenvolver a

atividade turística regional de forma sustentável, consolidando uma identidade

 

regional. Esse trabalho gestores públicos,          ini

se dá por meio da integração contínua dos municípios, iativa        privada            e             sociedade     civil,              consolidando                uma

identidade regional e protagonizando o desenvolvimento por meio de alianças e parcerias entre      todos                  os      setores        envolvidos   em    prol        do      Turismo.

 

A IGR Montanhas e Fé é gerido por uma associação, criada   o ano de 2007 e

reconhecida pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais em

2009. A associação é entidades associadas, poder público, da socie

constituída de Assembléia Geral, formada por todas as m Conselho Consultivo composto por representantes do ade civil e da iniciativa privada dos dezessete municípios

associados e por uma Diretoria Executiva, composta por seis

membros eleitos entre os conselheiros, para um mandato de dois anos.

Em 2019, o município de Diogo de Vasconcelos, deixou de associar ao Circuito Serras e Minas e passou a integrar a Instancia de Governança Regional

Montanhas e Fé, por se identificar e possuir afinidades culturais, sociais e

econômicas com as cidades que compõe essa instância de governança, fato este que o município se idêntica com esta região turística que tem muito a desenvolver o turismo regional de forma ativa e coesa.

Município de Diogo de Vasconcelos no mapa da IGR Montanhas e Fé.

7-    ROTA GASTRONÔMICA MONTANHAS E FÉ

A Rota Gastronômica do Circuito Montanhas e Fé, tem como objetivo divulgar e fortalecer o Turismo dos municípios pertencentes a Instância de Governança Regional Montanhas e Fé.

Apontado pela Secretaria de Cultura e Turismo de Minas Gerais, como uma instância de grande potencial Turístico na Zona da Mata, a IGR Montanhas e Fé,

tem parte de sua economia voltada a agricultura familiar, as naturais e a fé que é um elemento de destaque na região.

belas paisagens

A região, possui uma vocação gastronômica muito forte e tem esta atividade como um dos seus principais atrativos. Com a crescente demanda do fluxo turístico, se fez necessário intensificar ainda mais essa vocação, uma vez que existem vários estabelecimentos voltados especificamente para esse segmento em toda extensão territorial do Montanhas e Fé.

A Rota Gastronômica do Montanhas e Fé, é uma ação regional. Trata-se de um

projeto minuciosamente pensado para valorizar a gastronomia dos municípios

“circuitados”, bem como o aprimoramento dos profissionais da área de alimentos.

O município de Diogo de Vasconcelos participa de forma ativa desde o inicio do projeto, pelo forte potencial gastronômico que possui em todo território e também

pelas diversas atrações de lazer, passeios, comércio, equipamentos turísticos,

diversos bares e a receptividade de seu povo.

8-    PADRE ARLINDO – HISTÓRIA, DEVOÇÃO E FÉ

Padre Arlindo é conhe ido pelos vários milagres que lhe são atribuídos em Minas

Gerais. Contudo, ele já experimentava a santidade     no    Brasil,     antes     mesmo    de

falecer, seguido por muito   fiéis. Ele é muito

venerado pela população da cidade de Diogo Vasconcelos e região pela dedicação sacerdotal, vocação humanitária e apreço pelas crianças.

As constantes visitas ao túmulo dele na Paróquia de São Domingos de Gusmão,

no município mineiro, demonstram o quanto foi e permanece s ndo amado pelos vasconcelenses. Ele já

tinha deixado claro seu desejo de en errar sua missão

atuando na Paróquia de Diogo de Vasconcelos, numa cidade pequena e simples do interior de Minas, que o acolheu e o abraçou como o pastor. Gostava que as crianças ficassem próxima mas dele no altar durante as celebrações. Tinha uma

atenção especial com o pequenos e buscava despertar a vocação sacerdotal.

Antes das missas, ensaiava os cânticos com os fiéis que lem até hoje e que servem de homenagem ao próprio padre.

ram das canções

Padre Arlindo é recordado como missionário com muita saudad     pelos moradores

de todas as cidades por onde passou. Nada abalava a sua fé e seu amor à Deus. Ele viajou para muitos municípios nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, sempre passava. Em Diogo de

a cavalo, deixando uma mensagem Vasconcelos, sabiam do seu amor e de fé por onde devoção à Nossa

Senhora de Fátima, sendo considerado uma pessoa simples e humilde e com pouco tempo para visitar a cidade natal de Capão Bonito (SP), onde também era

muito querido pelos conterrâneos.

A partir de 1943, as missas na Paróquia de São Domingos de  usmão passaram

 

a ser celebradas por P dre Arlindo Vieira, considerado um dos mais importantes

 

sacerdotes brasileiros da época. Ele era muito querido pelos as concelenses e,

durante 20 anos, foi       responsável pela missa do padroeiro. Em agosto, é

comemorada a tradicional festa de São Domingos de Gusmão, porém o movimento de romeiros, fiéis e pagadores de promessas, que já era muito grande, aumentou muito em decorrência dos vários milagres atribuídos à Padre Arlindo.

O FALECIMENTO O ano era de 1963 e Diogo de Vasconcelos se preparava

para mais uma

tradicional Festa do Padroeiro e, segundo relato de fiéis, no dia 4 de agosto, seria

 

celebrada mais uma Festa de São Domingos de Gusmão co     previsão de três

missas, sendo que padre Arlindo celebraria a das 10h. Naquela manhã, ele contou para algumas pessoas que não tinha passado bem durante a noite e pediu para

 

celebrar a missa das 8h. No momento da purificação do vinho      na presença dos

 

fieis, o padre caiu aos paroquial, mas já estav desespero tomou cont

pés do altar. Os moradores o levaram para a casa morto. Foi um dia de muita tristeza e não houve festa. O da cidade. Segundo as várias histórias, um coroinha

achou que tinha sido

responsável pela morte e sumiu com medo, sendo

 

encontrado somente muitos dias depois.

Como o arcebispo de Mariana não estava presente na cidade,      população optou

pelo sepultamento dentro da Paróquia. Padre Arlindo faleceu em 4 de agosto de

1963, conforme relata moradores da cidade e a publicação do Jornal Diário de

São Paulo de 5 de agosto de 1974. Os moradores de Capão Bonito receberam a notícia da morte com muito pesar. Anualmente, na semana em que se celebra o

são relatados e oferendas são deixadas em seu túmulo. Uma especial devoção é

expressada pelas pessoas mais idosas que vão às missas e antes do início da celebração.

visitam o túmulo,

 

Dez anos depois da  corte de Padre Arlindo, as peregrinações começaram a

ocorrer na cidade de Diogo Vasconcelos com dezenas de fiéis l

vando flores, com preferência para crisântemo amarelo (a preferida dele), para colocar no jazigo,

durante a festa. Junto ao túmulo, está uma imagem de Nossa Senhora de Fátima,

sua santa de devoção.   iante de tantos milagres, a Paróquia de São Domingos de

Gusmão   passou   por algumas   reformas,   inclusive   do   se ulcro   do   Padre.

 
 

Entretanto,   ao   abrire       o local,   encontraram   o   caixão intacto e   assim   o

mantiveram. A grande quantidade de  objetos deixada como rova de milagres

 

estimulou a construção de um anexo à Paróquia para guardar    as cartas, retratos,

moldes de membros e cabeças em gesso e cera, muletas, carteiras de motoristas,

 

fotos de casamentos, de crianças, idosos, etc, atribuídos à Padre Arlindo.

 

Em 2013, os vasconcelo comemoraram os 50 anos da morte de Padre

Arlindo. A devoção é passada de pai para filho e seguem a tradição dos cânticos, ensinados por ele. A antiga São Domingos de Mariana, cidade pequena com aproximadamente 4 mil habitantes, recebe fiéis de toda parte do Brasil em busca de milagres e curas. A pequena Diogo de Vasconcelos se torna uma gigantesca

 
 

imagem de fé para aqueles que esperam de Deus a graça de  milagre. Todas

as noites, às 19h, a hora da Fé era celebrada pelo padre

Oswaldo Martins enviando bênçãos de ação de graças aos fiéis da comunidade.

Um homem que viveu para Deus. Uma homenagem ao Padre está na rodovia que

 

liga Ponte Nova a Belo Horizonte, a 200 metros do quilômetro 1 4, mantendo uma

placa de tamanho regular com os dizeres: “Visitem em Diogo de Vasconcelos, na igreja, o túmulo de Padre Arlindo Vieira e deixem sua prece confiante”.

Atualmente, a principal festa da paróquia ocorre no 1º domingo do mês de agosto,

cuja celebração é uma homenagem ao padroeiro e a Padre Arlindo Vieira Martins.

Fonte: http://www.diogodevasconcelos.mg.gov.br/index.php/padre-arlindo/

9-    HISTÓRICO

  • 9.1– A Gestão do Turismo Municipal

No ano de 2017 iniciou em Diogo de Vasconcelos uma conscientização da

importância do setor de turismo como atividade econômica, com isso foram

iniciadas diversas ações para planejar a atividade tais como a criação de Legislação para traçar as diretrizes do desenvolvimento desta atividade.

Neste mesmo ano, a Secretaria deu ênfase á estruturação da pasta do turismo; um grande passo para a implantação da política municipal de Turismo no

Município, uma vez que a atividade passará a ser tratada de forma mais

profissional. Outro instrumento importante de gestão é este Plano Municipal de

Turismo que contribui responsável.

Outro passo importante

norteando   o   desenvolvimento   do   turismo   de   forma

foi a adesão a Associação dos Municípios do Circuito

Turístico Serras de Minas, que se tornou um importante parceiro para o Município contribuindo com o planejamento, ordenamento das atividades. Em 2019, o município passou a fazer parte oficialmente da Instância de Governança Regional Montanhas e Fé.

Após estes passos foi formado o Conselho Municipal de Turismo com o objetivo

de contribuir para que a atividade seja planejada com a devida participação dos agentes locais, fazendo com que esta seja pensada de forma participativa.

10-     DIAGNÓSTICO

O Município de Diogo de Vasconcelos percebeu a necessidade imediata de resgate do turismo religioso, que foi de grande importância para o município na década de setenta e seguintes, sendo uma das principais fonte de renda neste período.

Possui também potencial turístico a ser desenvolvido tanto ecológico quanto cultural e de negócios da agricultura familiar. Existe uma preocupação em se conscientizar a população quanto a importância do desenvolvimento da atividade turística no município também como fonte de renda. Percebe-se a necessidade de parceria com o Circuito Turístico Montanhas e Fé e também com os municípios vizinhos em

ações de fomento da atividade   turística   como:   palestras,

encontros com a comunidade, cursos de capacitação, eventos, dentre outros.

O município possui um forte potencial no que diz respeito ao Turismo Religioso em relação à devoção de milhares de pessoas ao Padre Arlindo.

O Turismo religioso é um segmento de mercado do turismo, o qual difere dos

demais porque tem como motivação fundamental a fé das pess as. Está portanto,

ligado       profundamente        ao       calendário       de       acontecimentos        religiosos

(procissões, romarias,    entre   outros)   das    localidades     receptoras     dos    fluxos

turísticos. Mais do que uma manifestação de fé, o turismo religioso é um segmento que movimenta a economia e faz circular a renda do município. A tradicional Festa do Padre Arlindo sempre acontece no primeiro fim de semana do mês de agosto, envolvendo toda comunidade e movimentado boa parte da economia local através do Turismo Religioso.

O poder público quer desenvolver um importante papel fomentando o desenvolvimento da atividade e ainda com ações de preservação e recuperação dos atrativos buscando sempre realizar ações que melhorem o visual da cidade e ainda fomentando o desenvolvimento da infra-estrutura.

Quanto a infra-estrutura turística encontrada no Município, observa-se carência em meios de hospedagem e adequação de atrativos em receber os visitantes e turistas.

A   sinalização   turística

e   o   posto   de   informações   estão com   previsão   de

implementação ainda em 2021, um grande ponto positivo é o interesse do poder

público em obter cooperação dos empresários locais em estruturar o município para desenvolver o Turismo.

11.    METAS E PROGRAMAS

Viabilizar a captação de recursos em todas as esferas governamentais e também no setor privado no intuito de melhorar as ações da área e manter convênio com a

Instância de Governanç Regional Montanhas e Fé.

Fundo Municipal do Tu ismo – implantar mecanismo de ordenação de recursos para investimentos no Turismo;

Programa de Sensibilização para o Turismo – sensibilizar a existência e importância da atividade turística na cidade;

população para  a Práticas Sustentáveis – valorizar os  bens socioambientais; investir, qualificar e

adotar práticas sustentáveis nas atividades turísticas.

Incentivos fiscais para o setor do Turismo – através da estruturação de uma

política de incentivos pa a o investimento privado no setor turístico;

Fortalecimento institucional – fortalecer institucionalmente o órgão oficial de

turismo   e   a   qualificação   de   sua   capacidade   administrativa,   por   meio   da

consolidação   do seu   quadro técnico;   qualificar   os   processos   participativos

desenvolvidos pelo Conselho Municipal de Turismo – COMTUR

Destino turístico competitivo – propor ações conjuntas com os diversos órgãos e

entidades considerando as seguintes dimensões: infraestrutura geral, acesso,

economia local, capacidade empresarial, aspectos sociais, aspectos ambientais e aspectos culturais.

Responsáveis: Prefeitura Municipal de Diogo de Vasconcelos, Secretária de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Conselho Municipal de Turismo e Empresas de Consultoria em Políticas Publicas de Turismo.

Turismo de Eventos – criar diretrizes específicas para fortalecer o segmento de turismo com a implantação da política de apoio à captação, promoção e geração de eventos.

Criar ferramenta para organização do Calendário de Eventos

Estimular a realização de eventos culturais e esportivos na cidade.

Estimular a produção da pequena agricultura familiar, de prod tos orgânicos, da

produção caseira de alimentos que possam agregar à cadeia produtiva local do turismo;

Promover e apoiar eventos culturais, festas cívicas, populares, festividades carnavalescas, festas juninas, gincanas, rua do lazer dentre outras;

Responsáveis: Prefeitura Municipal de Diogo de Vasconcelos, Secretária de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Secretaria de Agricultura e Secretaria de Meio Ambiente e Defesa Civil e Conselho Municipal de Turismo

Text Box: QUALIFICAÇÃO DOS PRODUTOS E SERVIÇOS TURÍSTICOS

Investir em infra-estrutura básica e de apoio: Nos setores de comunicação,

segurança, transportes e urbanização. Investir no visual da cidade através de

reforma e manutenção de atrativos turísticos;

Implantar Sinalização Turística Indicativa de acesso a Diogo de Vasconcelos ao logo da Rodovia AMG 262 de acordo com padrão Denit, e também Sinalização de Turística no território de Diogo de Vasconcelos, valorizando os atrativos.

Implantar programas de sensibilização e capacitação para atendimento ao turista,

com a ampliação e a definição de uma periodicidade dos cursos/oficinas para

melhoria na qualidade de prestação de serviços

Realizar    estudos,     diagnósticos     de    impacto    e    pesquisa     de                  demanda   por qualificação e aperfeiçoamento profissional.

 

multiplicadores do turismo local (prestadores de serviços etc.) e demais atores de conteúdos e ferramentas que contribuam para a contextualização e promoção dos atrativos locais.

Projetos   de   educação

para   o   turismo,   voltados   para   a população   local,

especialmente professores e alunos de escolas públicas;

Projetos     de    fortalecimento     da    imagem     turística     da    cidade,     através     da

requalificação dos espaços, da efetiva promoção, e da atendimento destes locais;

ão de obra de

Projetos de incentivo à qualificação e  comercialização da produção  associada,

artesanato, por intermédio de oficinas para agregar valor e diferenciação ao

produto turístico, visando à promoção do turismo como complemento da atividade artesanal/cultural já existente e como oportunidade de geração de emprego e renda.

Responsáveis: Prefeitura Municipal de Diogo de Vasconcelos, Secretária de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Secretária de Obras e Secretária de Educação.

Text Box: PROMOÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DO DESTINO

distribuição e promoção dos produtos turísticos, (notadame te a agenda de

eventos) por meio de ações de fortalecimento dos canais diretos e indiretos de comercialização.

Implementar o programa de endomarketing integrando a população (sociedade civil e atores ligados ao turismo) às ações relacionadas à atividade turística e

incentivando a prática d hospitalidade e a receptividade com o visitante.

Criar a marca turística / identidade Visual- DIOGO DE VASCONCELOS

Criar em parceria com a Instancia de Governança uma ferramenta de promoção e comercialização do destino: confecção de material promocional, participação em feiras e eventos, elaboração de roteiro para vídeo promocional, entre outras ações conjuntas.

Desenvolver um Festival de Fotografia, “Diogo de Vasconcelos, Imagens que

Encantam”,     como     objetivo      de     incentivar      o     turismo,      oportunizando      o

reconhecimento das belezas naturais, culturais e outras atividades turísticas de Diogo de Vasconcelos, através das redes sociais com a #euamodiogodevasconcelos.

Responsáveis: Prefeitura Municipal de Diogo de Vasconcelos, Secretária de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Conselho Municipal de Turismo, Empresas de

Consultoria técnica ou profissional de Turismo, Comerciantes de Diogo de

Vasconcelos, COMTUR, IGE Montanhas e Fé.

Text Box: GESTÃO DA INFORMAÇÃO

Atualizar o Inventário Turístico anualmente e construir um sistema integrado de informações turísticas.

Realizar, anualmente, as pesquisas de demanda turística.

Realizar um levantamento para identificar junto ao comercial qual o perfil do turista que freqüenta o município.

Criar um questionário de satisfação do turista através do Site da PMDV.

Responsáveis: Secretária de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Conselho

Municipal de Turismo e Empresas de Consultoria em Políticas Publicas de

Turismo, Assessoria de Comunicação e Gabinete do Prefeito.

Text Box: PRODUÇÃO ASSOCIADA AO TURISMO

Criar políticas públicas de incentivo a produções artesanais, bem como à criação de novos produtos associados de identidade local;

Criar políticas públicas de incentivo a produções artísticas/culturais capazes de

agregar valor ao produto turístico;

Criar políticas públicas destino turístico;

de incentivo à gastronomia local, para

agregar valor ao

turismo como oportunidade de geração de emprego e renda;

Incentivar a qualificação da produção artesanal e cultural através da implantação de programas estratégicos de capacitação continuada com foco no produto e no produtor;

Fomentar e articular programas estratégicos de capacitação como as oficinas de sensibilização para atendimento ao turista;

Incentivar as feiras do produtor rural;

Responsáveis: Secretária de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Secretaria de Agricultura e Secretaria de Meio Ambiente e Defesa Civil, Conselho Municipal de Turismo, Emater, Comerciantes e Empresários de Diogo de Vasconcelos.

Text Box: DIVULGAÇÃO/PROMOÇÃO DA CIDADE

AGENDA CULTURAL

A cidade de Diogo de Vasconcelos tem uma variada agenda cultural que se

estende ao longo do ano. O principal evento da cidade, gerador de considerável fluxo turístico é a festa de São Domingos de Gusmão e Padre Arlindo, que no

primeiro final de semana de agosto celebra uma grande festa de fé da igreja católica, ocasionando romarias vindas de todas as partes do Estado. Para além

fluxo de turismo entre elas:

  • Carnaval
  • Semana Santa
  • Festa de Corpus Christi
  • Festa do Diogense Ausente
  • Festa do carro de boi
  • Quadrilhas
  • Festival Gastronômico
  • Festa do Boi Bumbá
  • Festa de Pe. Arlindo
  • Festa de São Domingos de Gusmão
  • Festa da cidade
  • Reveillon

Metas:

  • Elaboração de um calendário de eventos oficial da cidade, com divulgação em mídia digital
  • Material Gráfico de atrativos turísticos e agenda cultural;
  • Promoção de cada evento na mídia regional e redes sociais.

Responsáveis: Prefeitura Municipal de Diogo de Vasconcelos, Secretária de

Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Conselho Municipal de Turismo, Conselho

Municipal de Patrimônio Cultural, Comerciantes e Empresários de Diogo de Vasconcelos.

A sinalização dos atrativos se dará em conjunto com a sinalização de serviços.

Serão sinalizadas vias atrativos   considerados inventariadas.

de acesso nas estradas vicinais ás comunidades e aos bens          do        Patrimônio            Cultural                  como        as          fazendas

Metas

-Implantação da sinalização urbana e rural;

  • Construção de um portal Turístico na entrada do Trevo de Diogo de Vasconcelos
  • Instalação de totens de estrada real e do circuito Montanhas e Fé.

Responsáveis: Prefeitura Municipal de Diogo de Vasconcelos, Secretária de

Cultura, Esporte, Lazer     Turismo, Conselho Municipal de Turismo, Gabinete.

Text Box: PROGRAMA DE CONSCIENTIZAÇÃO PARA O TURISMO

Elaborar programa continuado de sensibilização para o desenvolvimento do Turismo, com suporte de ações de educação de patrimônio cultural nas escolas do município.

Metas:

  • Criar eventos de sensibilização voltados para o mercado.
  • Palestras pelo Circuito de Turismo Montanhas e Fé junto á empresários locais, escolas e produtores da agricultura familiar.
  • Parcerias com o Sistema S, afim promover o Turismo e fomen ar parcerias entre os setores publico e privado.

Responsáveis: Prefeitura Municipal de Diogo de Vasconcelos, Secretária de

Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Conselho Municipal de Turismo, Conselho

Municipal     de    Patrimônio     Cultural,     Secretaria     de    Educação,                    Empresa                de Consultoria técnica.

Text Box: PROGRAMA DE PROMOÇÃO DE PRODUTOS DA AGRICULTURAL FAMILIAR

Elaborar     programa      se     sensibilização      e     apoio     técnico     para     produção

comercialização de produtos agregados oriundos da agricultura familiar e conjunto com a Secretaria Municipal de Agricultura.

Metas

  • Cadastrar produtores rurais fabricantes de artesanato, alimentos em conserva, cachaça e outros derivados da cana como o açúcar mascavo, produtos de laticínios, quitandas, agricultura orgânica e toda a produção artesanal que possa interessar ao mercado;
  • Promover o apoio ao pequeno produtor através de ações como a implantação do serviço de inspeção sanitária;
  • Curso de Empreendedorismo para o agricultor familiar;

regionais;

  • Feira de produtos da agricultura familiar e quando da realização de eventos do calendário cultural da cidade.
  • Espaço permanente de venda de artesanato e produtos da indústria caseira de alimentos.

Responsáveis: Prefeitura Municipal de Diogo de Vasconcelos, Secretária de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente e Empresa de Consultoria técnica.

Text Box: DIVULGAÇÃO/PROMOÇÃO E DIFUSÃO DO PATRIMONIO NATURAL

Elaborar o programa de fomento ao desenvolvimento de proteção, promoção e

uso na cadeia produtiva do Turismo, do patrimônio natural.

Metas

  • Promover ações de educação ambiental junto as escolas estadual e municipais;
  • Prover acessibilidade para visitação e usufruto das cachoeiras (Prainha e

Laranjeiras) e barragem de Miguel Rodrigues.

  • Realizar palestras em parcerias com a Secretarias de Agricultura

Meio Ambiente e

Responsáveis: Prefeitura Municipal de Diogo de Vasconcelos, Secretária de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Secretaria de Agricultura e Secretaria de Meio

Consultoria técnica.

Text Box: PROGRAMA DE PROMOÇÃO DO TURISMO RELIGIOSO

O turismo religioso é um dos que mais incrementam a atividade no Brasil pois atraem milhares de pessoas e movimentam a economia desses locais. Segundo o

Ministério do Turismo cerca de 18 milhões de brasileiros fazem, anualmente,

viagens motivados pela fé. Já em Diogo de Vasconcelos o Turismo predominante é o Turismo o Religioso, que desde a década de 70, atrai milhares de Fieis de vários estados.

Metas

  • Fortalecer o Turismo

Religioso de Diogo de Vasconcelos

como forma de

fomentar a economia local;

  • Resgatar a tradição de visitação por meio de fieis durante todo ano ao tumulo de Pe Arlindo;
  • Firmar parcerias junto  ao Circuito  Turístico Montanhas e Fé, para  colocar o

município de Diogo de Vasconcelos na Rota dos Milagres;

Responsáveis: Prefeitura Municipal de Diogo de Vasconcelos, Secretária de

Cultura, Esporte, Lazer     Turismo e Paróquia São Domingos de Gusmão.

12-    MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO

Este plano visa traçar

objetivos para o desenvolvimento do

turismo local e

diretrizes para execução de ações. Foi desenvolvido com metas e ações a longo

onde os projetos serão previstos.

O plano de trabalho será elaborado anualmente, para que seja adaptado de

acordo com as dotações orçamentárias anuais e principalmente conforme os anseios e necessidades da comunidade local.

Os impactos sobre os

padrões culturais e turísticos, como

tradições, valores

sociais, comportamentais e religiosos, serão acompanhados e constantemente

avaliados de forma a minimizar ao máximo os possíveis impactos negativos que podem ser gerados com o desenvolvimento do turismo.

Para que os possíveis

problemas não tornem o plano inviáv

l, o mesmo será

avaliado anualmente, e mesmo.

se necessário será realizada a revisão e alteração do

Ao final de cada ano, especificamente na última reunião anual do Comtur, serão

feitas avaliações das metas aqui colocadas, por todos os atores envolvidos,

(Conselho Municipal de

Turismo de Diogo de Vasconcelos)

para se medir a

eficácia e efetividade dos trabalhos nesse Plano proposto.

13-     CONSIDERAÇÕES FINAIS

Sem dúvida, o Turismo é uma área que necessita de um planejamento eficaz

devido às suas características peculiares, pois possibilita avaliar os caminhos para construir um futuro promissor de maneira integrada e elaborada.

Esse    planejamento      deve    ser    participativo     e    integrador,     onde    todos     os

responsáveis pelo município, empresa ou produto turístico devem ser contemplados, ou seja; é necessário que haja atuação do setor privado e no setor público, como no fornecimento da infra estrutura básica do estabelecimento e da

manterá uma convivência direta com os turistas.

Através de uma gestão responsável e sustentada e de um bom planejamento nos destinos turísticos, é possível alcançar um desenvolvimento viável para muitos destinos com potenciais dentro e ao redor de Diogo de Vasconcelos, como forma de evitar ou minimizar os impactos negativos na cadeia produtiva do Turismo.

Sendo assim a atividade turística servirá não apenas como fonte de renda para os investidores, mas também como a promoção do desenvolvimento sustentável do município de Diogo de Vasconcelos.

14–CRONOGRAMA DE AÇÃO:

CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO DE AÇÕES TURISTICAS

Legenda:

Realizado

Sendo Realizado

Não Realizado

AÇÕESJUSTIFICATIVA 2021202220232024
  1  Gestão Municipal de TurismoViabilizar a captação de recursos em todas as esferas governamentais, afim de proporcionar melhorias                           e fortalecimento do Turismo do município.1    
2    
3    
4    
  2  Gestão de eventos geradores de fluxo turístico.Criar                              diretrizes específicas                                     para fortalecer o segmento de turismo de eventos, afim gerar emprego e renda.1    
2    
3    
4    
  Investir na melhoria da1    
3Qualificação deinfra-estruturabásica     e2      
  
 produtos e serviçosprincipalmentena     infra 
 turísticosestrutura     deapoio     ao3    
  turista.  
    4    
  Elaborar     um    Plano    de1    
4Promoção e comercialização doMarketing     Turístico     em parceria    com    o    Trade, 
2    
 destinoconstruindo      canais      de comunicação, distribuição 
3    
  e promoção dos produtos 
4    
  turísticos. 
  Atualizar       o      Inventário1    
5Gestão da InformaçãoTurístico     anualmente     e 
  construir       um      sistema2    
  integrado de informações turísticas     no    portal     da 
  3    
  Prefeitura. 
4    
  Criar políticas públicas de1    
6Produção Associada ao Turismoincentivo     a     cultura,                    a gastronomia e ao homem do      campo       afim      de 
2    
  valorizar o fortalecer os3    
  respectivos seguimentos. 
   4    
  Trabalho     em     parcerias1    
7Divulgação e promoção da cidadecom instituições publicas e             privadas               e principalmente              com 
2    
  empreendedores para o desenvolvimento                                         do 
3    
  Turismo     de     Diogo                  de Vasconcelos.4      
  
  8  Sinalização TurísticaRealizar a manutenção das placas atuais, implantar novas placas de identificação                                       dos atrativos, afim de facilitar o acesso.1    
2    
3    
4    
  9  Programa de Conscientização para o TurismoCriar um programa de sensibilização para o desenvolvimento                                         do Turismo, com suporte de ações de educação de patrimônio cultural.1    
2    
3    
4    
  10  Programa de promoção de produtos da agricultura familiarCriar parcerias com a Secretaria de Agricultura, e Meio Ambiente e Emater afim de promover o Turismo rural de Diogo de Vasconcelos1    
2    
3    
4    
  11  Divulgação, promoção e difusão do patrimônio naturalPromover            palestras, debater, campanhas educativas, em parceria com a secretaria de Educação.1    
2    
3    
4    
    12  Programas de promoção do Turismo  Promover parcerias a fim de fortalecer e fomentar o1    
2    
 ReligiosoTurismo      Religioso                   por meio dos fies.3      
  
4    

CRONOGRAMA DETALHADO DAS AÇÕES PREVISTAS PARA 2021

CRONOGRAMA ANO 2021
AÇÃOETAPASORÇAMENTOINÍCIOTÉRMINOJUSTITICATIVAS
 – Planejamento    
    Gestão Municipal de TurismoReunião   Projetos   Cronograma de execução    R$ 35.000,00    02/2021    10/2021Viabilizar a captação de recursos em todas as esferas governamentais, afim de proporcionar melhorias e fortalecimento do Turismo do município.
  Gestão de eventos geradores de fluxo turístico.Pesquisa      de mercadoPlanejamento   Criação       do calendário           de eventos      R$ 107.000,00      02/2021      12/2021  Criar diretrizes específicas para fortalecer o segmento de turismo de eventos, afim gerar emprego e renda por exemplo: Eventos religiosos, Rural, Comemorativos e festivos.
 – Montar Projeto   Investir na melhoria da infra-
 –                    Buscar   estrutura                             básica                             e
 Recursos com a   principalmente na infra estrutura
 SETUR e MTUR   de     apoio     ao         turista,         como
Qualificação de produtos e serviços turísticos R$ 82.000,0003/202010/2020construção                         de                                                Centro                         de Atendimento                           ao                         Turista, construção de Deck na lagoa de
     Miguel Rodrigues, com acesso
     para            embarcações      além            de
     construção e revitalização   de
     praças
  Promoção e comercialização do destino  –    Parcerias     com trade turístico.  R$ 35.500,00  03/2020  09/2020  Realização de palestras de conscientização turística com profissionais do trade turístico.
      Gestão da Informação  Reuniões   Palestras   Visitas Técnicas          R$ 15.500,00          03/2021          12/2021  Atualizar o Inventário Turístico anualmente e construir um sistema          integrado                           de informações turísticas no portal da Prefeitura.
  Produção Associada ao TurismoPesquisa       de CampoPlanejamento   Entrevistas  R$ 25.500,00  02/2021  12/2021Criar políticas públicas de incentivo a cultura, a gastronomia através da Rota Gastronômica e ao homem do campo afim de valorizar o fortalecer os respectivos seguimentos.
    Divulgação e promoção do municípioReunião   Planejamento   Parcerias      R$ 30.000,00      05/2021      10/2021Trabalho em parcerias com instituições publicas e privadas e principalmente com empreendedores para o desenvolvimento do Turismo de Diogo de Vasconcelos, através rádios, redes sociais, programas de TV e material Gráfico.
 – Buscar parcerias    
  Sinalização TurísticaMapeamento   Planejamento estratégico    R$ 132.500,00    03/2021    12/2021Realizar a implantação das placas de identificação e sinalização, implantar novas placas de identificação dos atrativos, produtos e serviços Turísticos, afim de facilitar o acesso.
 – Reunião    
  Programa de Conscientização para o TurismoParcerias     com escolas publicasPlanejamento  R$ 27.000,00  01/2021  12/2021Criar um programa de sensibilização para o desenvolvimento do Turismo, com suporte de ações Turísticas como: Palestras motivacionais, visita técnica, cursos na área de gestão e empreendedorismo.
  Programa de promoção de produtos da agricultura familiarPesquisa       de mercadoLevantamento da demandaParcerias com a agricultura familiar  R$ 41.000,00  05/2021  11/2021  Programa de promoção de produtos da agricultura familiar como o açúcar mascavo, cachaça, quitandas, mel, artesanato, etc.
    Divulgação, promoção e difusão do patrimônio naturalLevantamento da atual situação turística       do município.Parcerias com o setor privado      R$ 12.500,00      05/2021      11/2021  Divulgar os atrativos de Diogo de Vasconcelos, promover campanhas educativas, em parceria com as secretarias municipias.
 –       Envolvimento com escolas.    
Programas de promoção do–       PlanejamentoR$ 30.000,0001/202101/2021Fortalecer     o                     Desenvolvimento Econômico        do                           município,
Turismo ReligiosoEstratégico   Fortalecimento das organizaçõesPlano de MKT   resgatando a tradição de Turistas/Fieis durante todo ano. Estimular o artesanato local através da fabricação de produtos voltados para o tema do Pe Arlindo.
  Sinalizar através de placas na MG 262, e um pórtico no trevo do município mencionando o Turismo Religioso.
  Criar um documentário com testemunhos reais como forma de promover o Turismo religioso.

a   “Não deixe que as pesso s te façam desistir daquilo que você mais quer na vida.

Acredite. Lute. Conquiste. E acima de tudo, seja feliz!”

(Autor desconhecido)

Last modified: 2 de agosto de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prefeitura de Diogo Vasconcelos